Agradecia que respeitasses os direitos de autor e obrigada pela visita até ás profundezas da minha mente e coração, espero que a minha escrita de alguma forma te aqueça a alma.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Subcapítulo 1

Chego a casa, o corpo já pesa bastante, deixo-me cair á velocidade da luz para cima da cama. Os cabelos (devido á carga de água que me caíu em cima, extremamente) ondulados bloqueiam-me a vista e a minha cabeça já está noutra á medida que os olhos se fecham calmamente. Deixo-me ficar ali um pouco, a sonhar, a reflectir. Tudo me parecia um pouco... estranho (?) Mas bom! Tentei encontrar algum sentido em todos aqueles pensamentos cruzados e junção de variados sentimentos a que eu costumo chamar de "uma bela de uma tosta mista!". Divaguei, viajei, sonhei (...) Não queria descer á Terra, mas fui determinantemente obrigada a isso. No momento só pensei: "mas que mundo tão escuro, cinzento, frio!" Como será que é possivel existir tanta diferença? Este mundo desgasta qualquer um!
Ando bastante pensativa (o que se deve ao facto de não saber o que fazer, para onde ir, (...) como ser realmente feliz!) apesar de muito mais animada, mais eu.

E... porque me tornei nesta máquina ambulante de perguntas tão repentinamente?!

Alguém que me ponha com um sorriso permanente e que me aqueça minimamente o coração, e rápido!

3 comentários:

  1. Adorei o blog e os textos. Eu sigo-te, também me acompanhas? Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada ás duas! Segui-vos também :)

    ResponderEliminar